Exercício em Jejum: Por quê?

Há algumas pessoas que são adeptas de treinar em Jejum. Mas será que faz bem ou mal? Se tornou bem popular a modalidade de treinar sem comer a fim de que queime mais gorduras. O comum é acordar e ir direto fazer exercícios físicos, sem tomar café, em jejum total de calorias. A ideia é que o corpo está há horas sem ingerir calorias, então o corpo irá recrutar os lipídios das células de gordura como fonte de energia. Recomendo fortemente conhecer o suplemento Power Goji.

O mais correto para quem está começando com essa prática, é tentar fazer duas ou três vezes por semana. E não fazer exercícios que exigem muito esforço, tentar fazer algo mais leve e por um tempo mais curto, como uma caminhada ou uma pedalada de até 40 minutos.

Quando o corpo fica muito tempo sem receber alimento, ele queima gordura e aminoácidos para produzir energia. Então quando acordamos e fazemos exercícios, o corpo já está em baixa reserva de glicogênio e rapidamente a produção de energia seria feita através de gordura.

O que pode acontecer em alguns casos é que em vez de consumir gordura, exercícios em jejum poderiam consumir a própria massa muscular. É importante lembrar que é ideal para quem já tem um preparo físico. Quem não está acostumada e gosta de praticar exercícios em jejum, costuma utilizar suplementes aminoácidos e triglicérides de cadeia média para obter energia para o exercício e não consumir a musculatura. Porém, para alguns ingerir esses suplementos estaria descaracterizando o jejum, embora nenhum desses suplementos estimulem a secreção de insulina e ainda mantem os benefícios do jejum.

Realmente o exercício em jejum desenvolve estímulos diferentes e auxilia na queima de gordura. Mas para quem não está acostumado, o melhor é não correr o risco de ter uma hipoglicemia, catabolismo muscular e de uma queda de performance. Não adianta acreditar que irá queimar mais gordura, mas não ter energia o suficiente para fazer a série de exercícios completa.

Portanto, é uma técnica que deve ser experimentada e observada. Se você treinar em jejum e não se sentir bem, passar mal ou não fazer render o treino, tente ingerir o mínimo de carboidrato antes de fazer exercícios. Procure ingerir carboidratos de baixo índice glicêmico, pois eles são digeridos mais devagar. Ou seja, eles liberam o açúcar para a corrente sanguínea aos poucos e o corpo investe na gordura para obter energia.

Se você se adaptou bem aos exercícios em jejum, continue fazendo e observando se está sendo mais benéfico do que maléfico.

Não esqueça que não adianta jejuar antes de fazer exercícios e não se manter atento ao que vai ingerir ao longo do dia. Procure sempre alinhar seus exercícios a uma dieta balanceada que os resultados, certamente, virão.

Exercícios em Jejum tem seu lado positivo e negativo e o resultado vai variar para cada um. Vai depender dos exercícios que você faz, de como é sua dieta. O aconselhável é procurar um preparador físico, nutricionista ou médico para ter certeza.

Comentários desativados em Exercício em Jejum: Por quê?

Filed under Blogging

Comments are closed.